(11) 3383-1200
atendimento@raidho.com.br
Diferentes visões, diferentes culturas Nós sabemos onde fica o exótico de cada parte do mundo

     
Dicas
   
 
 

DICAS GERAIS – CHILE



Chile, oficialmente República do Chile, é um país da América do Sul que ocupa uma longa e estreita faixa costeira encravada entre a cordilheira dos Andes e o oceano Pacífico. Faz fronteira ao norte com o Peru, a nordeste com a Bolívia, a leste com a Argentina e a Passagem de Drake, a ponta mais meridional do país. É um dos dois únicos países da América do Sul que não tem uma fronteira comum com o Brasil, além do Equador. O Pacífico forma toda a fronteira oeste do país, com um litoral que se estende por 6.435 quilômetros. O território chileno se estende até o Oceano Pacífico, que inclui os territórios ultramarinos de Arquipélago Juan Fernández, Ilhas de Sala y Gómez, as Ilhas Desventuradas e a Ilha de Páscoa, localizada na Polinésia. O Chile possui uma reivindicação de 1.250.000 quilômetros quadrados de território na Antártida.

O Chile é um país aberto para o turismo e que recebe seus visitantes de braços abertos. Diga-se de passagem, o turismo é hoje uma importante fonte de divisas no Chile, um país com atrações as mais variadas e que dispõe de ótima estrutura de hospedagem - embora seus hotéis sejam, em média, um pouco mais caros do que no Brasil.

Para nós brasileiros, o Chile é um destino onde, aqueles que curtem guiar, podem ir de carro e, a moçadinha com o dinheiro contado, pode ir até mesmo de ônibus.

 
 
 
 



A cada ano que passa, mais turistas brasileiros se interessam em conhecer os encantos do Chile. Famoso por suas deslumbrantes e variadíssimas paisagens, o país é também muito procurado pelos amantes dos esportes de inverno que enchem as estações de esqui de Valle Nevado, e Portillo. Com a vantagem de ficarem próximas à Santigo de Chile e Valle Nevado atraem muitos brasileiros, que antes se dirigiam a Bariloche.

Santiago - A capital do Chile é uma cidade agradável, moderna, junto aos Andes. Quando o ar está límpido, infelizmente algo raro por lá a vista dos Andes é linda. Nos arredores de Santiago há boas estações de esqui, como a do badalado Valle Nevado, uma excursão que pode ser feita de carro saindo-se pela manhã e voltando à Santiago a noite. De Santiago há voos para Valdívia, Puerto Montt e Punta Arenas, no sul e para Temulco, a uma hora de San Pedro do Atacama, norte do Chile.

Valparaíso e Viña del Mar - Valparaíso é o porto de Santiago. Tem em algumas áreas um ar descuidado, o que é uma pena, uma vez que a parte alta da cidade tem uma arquitetura tradicional de casinhas coloridas super graciosa. Muitos imóveis estão sendo restaurados e transformados em bares animados à noite e em butiques charmosas.

Viña del Mar é a cidade praiana bem ao lado de Valparaíso, muito procurada nos finais de semana pelos habitantes de Santiago. No verão suas praias ficam lotadas. As águas são invariavelmente frias.

Atacama - O norte do Chile oferece paisagens bem diferentes – o Atacama - também com atrativos - como gêiseres, um espetacular deserto e um visual incomum para quem viaja a turismo. Nada do que estamos acostumados a ver.

De Valdívia a Puerto Montt - No sul do Chile predominam as paisagens de montanhas nevadas e lagos onde há boas opções para os que se interessam pelo turismo de aventura, como a subida de vulcões, passeios à cavalo e caminhadas. É onde ficam cidades consideradas como atrações turísticas no Chile: Valdíva, Pucón, famosa por suas águas termais, Puerto Mont e Puerto Varas. De Puerto Montt se pode, alugando-se um carro, percorrer lindas paisagens de lagos tendo ao fundo imponentes vulcões, como o Osorno.

Patagônia - Nessa região ficam Puerto Natales, uma boa base para se visitar os glaciares vizinhos de Balmaceda e Serrano, e o famoso e lindo Parque Nacional de Torres del Paine.

A gastronomia em todo o sul do Chile é excelente e há de um esquema hospedagem em hotéis-fazendas. O sul do Chile não produz vinhos, mas algumas de suas cervejas, como a Toro Baio são ótimas.

É de Puerto Montt que saem mini-cruzeiros e excursões até as diversas geleiras da parte insular recortada da Patagônia. É possível, de barco ou mesmo a pé, chegar ao lado dos enormes glaciares.

Puntas Arenas, a mais meridional cidade do Chile, fica na Terra do Fogo, a aproximadamente 2h30 de carro de Puerto Natales. De Punta Arenashá excursões pelo Estreito de Magalhães e pelas ilhas da Terra do Fogo, onde se pode ver de perto as colônias de focas e lobos-marinhos. Capital – Santiago

Moeda – Peso Chileno

Idioma Oficial – Espanhol

Fuso Horário – Meridiano de Greenwich -4

Vistos consulares – Brasileiros estão isentos de visto à turismo/negócios para permanência de até 90 dias.

Brasileiros podem embarcar com a carteira de identidade em bom estado de conservação e emitida há menos de 10 anos. Documentos –

Obs1: Estrangeiros residentes no Brasil, devem viajar com o passaporte original (com visto, quando necessário)+ RNE original.

Obs.2: Para Ilha de Páscoa faz-se necessário embarcar com Certificado de Vacina de Febre Amarela Internacional.

Obs.3: A Carteira de Motorista Brasileira não é aceita na Ilha de Páscoa; faz-se necessário a Carteira de habilitação internacional. Clima / Melhor Época – As estações do ano correspondem às brasileiras. Quem quer esquiar deve ir no inverno. Julho é o auge da temporada, quando tudo é mais caro e mais lotado de turistas. Se você curte neve, mas não gosta de lugares lotados e quer economizar um pouco, vá em junho ou em agosto, quando não é alta estação.

É possível conhecer as regiões de montanhas sem passar frio; em janeiro e fevereiro, as temperaturas são bem amenas e convidativas para passeios e caminhadas. O inconveniente é que, por ser época de férias escolares, há grande quantidade de turistas. Se não fizer questão de neve, prefira o começo do outono e o final da primavera: faz um friozinho suportável, tem menos gente, os preços estão melhores e as paisagens são ainda mais espetaculares.

Em Santiago do Chile, o verão é quente e bem seco e o inverno não é dos mais rigorosos. Mais ao sul, em Valdívia, a umidade é exagerada, principalmente no inverno.

Punta Arenas, no extremo sul, é um lugar para se ir no verão ou, na pior das hipóteses, no fim da primavera ou no começo do outono. Mesmo no verão, não esqueça um bom pulôver e um casaco forrado, pois faz bastante frio e o vento é gelado! No norte do Chile, não se preocupe com as chuvas: elas praticamente não existem. No verão, entretanto, faz muito calor.

História –

Os primeiros europeus a chegarem na terra que é hoje o Chile foi o grupo liderado por Diego de Almagro, o Velho. A primeira cidade fundada pelos europeus nessa região povoada pelos incas foi Santiago, em 1541.

A proclamação da república do Chile ocorreu no dia 12 de fevereiro de 1818.

Durante o período das presidências do Partido Radical (1938-1952), o Estado chileno aumentou sua participação na economia nacional. Em 1952, após três presidências radicais (Pedro Aguirre Cerda (1938-1941), Juan Antonio Ríos (1942-1946) e Gabriel González Videla (1946-1952), retornou à Presidência o general Carlos Ibáñez del Campo, que havia sido ditador do Chile entre 1927 e 1931. Jorge Alessandri sucedeu Ibáñez em 1958, derrotando o socialista Salvador Allende por uma estreita margem de votos.

As eleições presidenciais de 1964 levaram à presidência o fundador do Partido Democrata Cristão (PDC), Eduardo Frei Montalva, que derrotou o socialista Allende e o radical Julio Durán. Frei governou com o slogan 'Revolución en Libertad', pondo em prática um programa de reformas sociais e econômicas que, entre outras medidas, contemplou reformas no sistema educacional, construção de casas populares, sindicalização dos trabalhadores rurais e reforma agrária. No entanto, a partir de 1967 Frei encontrou uma crescente oposição por parte dos setores mais à esquerda, que o acusavam de ser tímido nas reformas, bem como uma forte oposição dos setores mais conservadores, que achavam tais reformas excessivas.

Em 11 de setembro de 1973, o presidente democraticamente eleito em 1970, Allende sofreu um golpe de estado e o general Augusto Pinochet assumiu o governo, instaurando uma ditadura que iria perdurar por dezessete anos, sendo sucedido pelo civil Patricio Aylwin, proeminente membro do PDC.

Em 1994, foi eleito presidente Eduardo Frei Ruiz-Tagle, filho do presidente Eduardo Frei Montalva e também filiado ao PDC que entregou o poder seis anos depois a Ricardo Lagos, do Partido Socialista do Chile, mesmo partido de Salvador Allende.

Nas eleições de 2005, os chilenos escolheram como Presidente Michelle Bachelet, primeira mulher no cargo e filha de um ativista torturado e morto pelo regime de Pinochet, dando continuidade desde a redemocratização do país no governo de centro-esquerda. Seu mandato será mais curto que o de seus antecessores, devido a reformas na Constituição local.

No dia 27 de fevereiro de 2010, um forte terremoto de 8,8 pontos na escala de Richter atinge a região central do país provocando centenas de mortes e ativando alertas de tsunamis na costa do Pacífico.


 
     
Através da lista de casamento Raidho, os convidados presenteiam o casal com cotas, de diferentes valores, que se transformam na viagem dos sonhos!
REDES SOCIAIS
NEWSLETTER
Receba nossas promoções e novidades em seu E-mail.
Aceito os termos de uso e política de privacidade
Login: Senha: Esqueceu a Senha?
ÁREA RESTRITA CÂMBIO ON-LINE
Euro (EURO): R$ 3,950
Dólar (US$): R$ 3,350
20/10/2017 às 14h 42 min
DESENVOLVIDO POR
VMB Consultores & Informática