(11) 3383-1200
atendimento@raidho.com.br
Diferentes visões, diferentes culturas Nós sabemos onde fica o exótico de cada parte do mundo

     
Dicas
   
 
 

DICAS GERAIS – ESPANHA


A Espanha, oficialmente Reino da Espanha, é um país situado na Europa meridional, na Península Ibérica. Seu território principal é delimitado a sul e a leste pelo Mar Mediterrâneo, com exceção a uma pequena fronteira com o território britânico ultramarino de Gibraltar; ao norte pela França, Andorra e pelo Golfo da Biscaia e ao noroeste e oeste pelo Oceano Atlântico e por Portugal. O território espanhol inclui ainda as Ilhas Baleares, no Mediterrâneo, as Ilhas Canárias, no Oceano Atlântico, próximas da costa Africana e duas cidades autônomas no norte de África, Ceuta e Melilla, que fazem fronteira com o Marrocos. Com uma área de 504.030 km², a Espanha é o segundo maior país da Europa Ocidental e da União Européia, depois da França.

Vizinha de Portugal, não só no mapa mas também na história e na cultura, a Espanha tem atraído dezenas de milhões de viajantes por ano, pelo maciço investimento no setor turístico, pela abundância e variedade de atrações históricas de todas as épocas, pela vida cultural riquíssima e pelo próprio estilo de vida espanhol, um pouco diferente em cada região ou grande cidade como Madri, Sevilha ou Barcelona.

 
 
 
 


Os hábitos e a cultura populares são levados muito a sério pelos espanhóis. As touradas continuam atraindo público em todo o país (apesar de consideradas bastante 'politicamente incorretas' por muitos); a música e a dança flamencas são cultivadas por excelentes artistas; e a siesta (repouso no meio do dia, quando literalmente tudo pára) e o bate-papo regado a sangria ou vinho e tapas (petiscos variados) fazem parte do dia-a-dia.

O território espanhol contém vários 'países', com culturas e línguas próprias, como é o caso da Andaluzia, onde ficam Sevilha, Córdoba e Granada; do País Basco; da Galícia; e da Catalunha, onde fica Barcelona. Isso não é de se estranhar, pois a Espanha é o resultado da fusão de vários reinos medievais, dominados durante séculos pelos árabes e unidos sob a mão de ferro dos 'Reis Católicos' Fernando e Isabel, os mesmos que financiaram Cristóvão Colombo.

Madri, a capital é uma das mais interessantes cidades da Europa, com ótimos museus, (entre eles o famoso Museu do Prado e o Reina Sofia), bons restaurantes e via noturna animada. Próximo de Madri não se deve deixar de visitar Toledo, uma cidade que ainda conserva suas muralhas medievais.

Em Castilla y León ficam três antigas cidades de especial interesse para quem visita a Espanha a turismo: Ávila, Segovia e Salamanca. Na Estremadura, perto da fronteira com Portugal fica Mérida, uma cidade da época dos romanos q que conserva um patrimônio arqueológico importante. Na Galícia o maior destaque é Santiago de Compostela, que atrai peregrinos do mundo todo, que percorrem o famoso Caminho de Santiago.

A Ilha de Ibiza, por sua vez, que pode ser visitada de ferry a partir de Barcelona, toda branca, animadíssima no verão, com muitos bares e discotecas, recebe turistas do mundo todo. Capital – Madri

Moeda – Euro

Idioma Oficial – Castellano (ou espanhol). Com estatuto oficial: catalão, valenciano, galego, basco e aranês.

Fuso Horário – Meridiano de Greenwich + 1 horas

Vistos consulares – Brasileiros estão isentos de visto à turismo/negócios para permanência de até 90 dias. Documentos –

Aos Viajantes Brasileiros, aconselha-se: estar com o passaporte original com validade mínima de 06 meses, fundos suficientes para a estadia na Espanha (dinheiro, travel check, cartão de crédito), bilhete aéreo ida e volta confirmados, voucher do hotel e serviços adquiridos durante a estadia na Espanha, comprovante de aquisição de seguro de viagem internacional (com cobertura de EUR 30.000,00 englobando assistência médica/hospitalar e repatriação sanitária). A ausência destes requisitos, poderá acarretar problemas no ato do desembarque na Espanha. Clima / Melhor Época –

Primavera e outono são as estações ideais. No sul do país o inverno é suave, enquanto no auge do verão faz muito (muito mesmo!) calor. O verão pode ser uma boa época para quem vai visitar as regiões de montanha dos Pirineus.

História –

A História da Espanha é a própria de uma nação européia, que compreende o período entre a pré-história e a época atual, passando pela formação e queda do primeiro Império espanhol. Os primeiros humanos chegaram à Península Ibérica no território da atual Espanha há 35 mil anos. Durante os milênios seguintes o território foi invadido e colonizado por celtas, fenícios, cartagineses, gregos e pelo ano 200 a. C. a maior parte da Península Ibérica começou a formar parte do Império Romano. Após a queda de Roma, a península foi dominada pelo Reino suevo (na Galiza) e o Reino visigodo no embrião da atual Espanha. Tal reino foi estabelecido no século V e se manteve até os começos do século VIII. No ano 711 aconteceu a primeira invasão de muçulmanos, vindos do Norte da África, e que em poucos anos dominaram grande parte da Península Ibérica. Durante os 750 anos seguintes, se estabeleceram pequenos reinos independentes, chamados ‘‘Taifas’‘, ainda que a área total de controle muçulmano se conhecia com o nome de Al-Andalus. Enquanto o resto da Europa permanecia na Idade das Trevas, Al-Andalus florescia cultural, científica e artisticamente. As contínuas disputas entre muçulmanos e cristãos tiveram como conseqüência a Reconquista, começando no século VIII com a resistência cristã no norte da Espanha e através dos séculos seguintes com o avanço dos reinos cristãos ao sul, culminando com a conquista de Granada e com a expulsão dos últimos mouros em 1492. Durante este período os reinos e principados cristãos se desenvolveram notavelmente, incluídos os mais importantes, a Coroa de Castela e o Reino de Aragão. A união destes dois reinos através do casamento em 1469 da Rainha Isabel I de Castela e o Rei Fernando II de Aragão levou à criação do Reino da Espanha.

O século XIX foi testemunha de grandes mudanças na Europa, acompanhadas pela Espanha. Na primeira parte desse século, a Espanha sofreu a independência da maioria de suas colônias no Novo Mundo. O século também esteve marcado pelas intervenções estrangeiras e os conflitos internos. Napoleão chegou a colocar seu irmão José Bonaparte no governo da Espanha. Após a expulsão dos franceses, a Espanha entrou em um extenso período de instabilidade: se sucederam continuas lutas entre liberais, republicanos e partidários do Antigo Regime.

A chegada da Revolução Industrial nas últimas décadas do século, levou algo de riqueza a uma classe média que se ampliava em alguns centros principais, porém a Guerra Hispano-Americana, em 1898 levou à perda de quase todas as colônias restantes, restando apenas os territórios na África.

Apesar de um nível de vida crescente e uma integração maior com o resto de Europa, no primeiro terço do século XX, seguiu a instabilidade política. Espanha permaneceu neutral durante a Primeira guerra mundial. Em 1936, a Espanha se submergiu em uma terrível guerra civil. A guerra deu lugar a uma ditadura fascista, conduzida por Francisco Franco que controlou o país com mão de ferro até 1975. A Espanha foi oficialmente neutral durante a Segunda Guerra Mundial; as décadas seguintes à guerra foram relativamente estáveis a pesar da tremenda pobreza e destruição, e ainda que durante as décadas dos 60 e os 70 o país experimentou um crescimento econômico assombroso permaneceu culturalmente e politicamente reprimido. Após a morte de Franco em 1975, a quem sucedeu o Rei Juan Carlos I, e a aprovação da Constituição de 1978, no transcurso do que historicamente se é conhecido como a Transição, foi realizada uma transformação sem precedentes do país. Essa transformação levou a Espanha a ser atualmente uma democracia consolidada e uma das maiores potencias econômicas do mundo (a pesar de graves problemas como podem ser o terrorismo do ETA e a crescente pressão da imigração). Nesta época, além disso, a Espanha entrou na Comunidade Econômica Européia e organizou a Copa do Mundo de Futebol. Em1992 foram celebrados os Jogos Olímpicos em Barcelona e a Exposição Universal em Sevilha, ao mesmo tempo em que se celebrava o 5º Centenário do Descobrimento da América por Cristóvão Colombo. Em 2002 foi adotado o Euro como moeda oficial. Em 2004, nas vésperas das eleições, ocorreram os Atentados de Madri. Nestes atentados, bombas colocadas pela Al-Qaeda em vários trens da cidade e região de Madri vitimaram 192 pessoas e deixaram centenas de feridos. Em conseqüência deste acontecimento, o PSOE venceu as eleições, governando o país desde então. Em 2005 a Espanha permitiu aos homossexuais o casamento civil e o direito de adoção. Em 2008 aconteceu em Saragoça mais uma Exposição Universal, cujo tema foi a água.


 
     
Através da lista de casamento Raidho, os convidados presenteiam o casal com cotas, de diferentes valores, que se transformam na viagem dos sonhos!
REDES SOCIAIS
NEWSLETTER
Receba nossas promoções e novidades em seu E-mail.
Aceito os termos de uso e política de privacidade
Login: Senha: Esqueceu a Senha?
ÁREA RESTRITA CÂMBIO ON-LINE
Euro (EURO): R$ 3,950
Dólar (US$): R$ 3,350
20/10/2017 às 14h 42 min
DESENVOLVIDO POR
VMB Consultores & Informática