(11) 3383-1200
atendimento@raidho.com.br
Diferentes visões, diferentes culturas Nós sabemos onde fica o exótico de cada parte do mundo

     
Dicas
   
 
 

DICAS GERAIS – FRANÇA


França, oficialmente República Francesa é um país localizado na Europa Ocidental, com várias ilhas e territórios ultramarinos noutros continentes. A França Metropolitana se estende do Mediterrâneo ao Canal da Mancha e Mar do Norte, e do Rio Reno ao Oceano Atlântico. É muitas vezes referida como L'Hexagone ('O Hexágono') por causa da forma geométrica do seu território. A França é uma república semi presidencial unitária, com os seus principais ideais expressos na Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão.

A França Metropolitana é limitada (no sentido horário a partir do norte) pela Bélgica, Luxemburgo, Alemanha, Suíça, Itália, Mônaco, Andorra e Espanha. Seus departamentos ultramarinos e territórios também partilham fronteiras terrestres com o Brasil e Suriname (na fronteira com a Guiana Francesa) e com as Antilhas Holandesas (na fronteira com São Martinho). A França está ligada ao Reino Unido pelo Eurotúnel, que passa por baixo do Canal da Mancha.

A França é o maior país da União Européia em área e o terceiro maior da Europa, atrás apenas da Rússia e da Ucrânia (incluindo seus territórios extra europeus como a Guiana Francesa fica maior que a Ucrânia).

Famosa pela culinária, pela moda, pelos perfumes e conhecida como importante centro irradiador de cultura, a França é um dos países mais visitados do mundo. Localizada a oeste da Europa Ocidental, ocupa uma área de 543.965 km² e tem uma população de aproximadamente 58,9 milhões de habitantes, composta basicamente por três grupos: o nórdico, o alpino e o mediterrâneo.

 
 
 
 



Paris, a 'cidade luz', é a capital do país e o destino preferido de milhões de turistas, mas a França oferece paisagens variadas e atraentes, que vão das regiões montanhosas dos Alpes à ensolarada costa mediterrânea. País altamente industrializado, a França tem uma história marcada por sucessivas invasões e batalhas que lhe conferem papel central no desenvolvimento da civilização ocidental. Capital – Paris

Moeda – Euro

Idioma Oficial – Francês

Fuso Horário – Meridiano de Greenwich + 1 horas

Vistos consulares – Brasileiros estão isentos de visto à turismo/negócios, para a França, para permanência inferior a 03 meses ( 90 dias). Documentos –

Aos Viajantes Brasileiros, aconselha-se: Estar com o passaporte original com validade mínima de 06 meses na entrada ou mínimo de 03 meses de validade da saída da França, fundos suficientes para a estadia na França (dinheiro, travel check, cartão de crédito: média de EUR 60,00 por dia de estadia), bilhete aéreo ida e volta confirmada, voucher do hotel e serviços adquiridos durante a estadia na França e comprovante de aquisição de seguro de viagem internacional (com cobertura de EUR 30.000,00 englobando assistência médica/hospitalar e repatriação sanitária). A ausência destes requisitos poderá acarretar problemas no ato do desembarque na França. Clima / Melhor Época –

Os melhores meses do ano para se visitar a França são maio, junho, julho e setembro. Em agosto, as temperaturas são em geral muito mais agradáveis para o brasileiro do que no inverno, mas o calor pode chegar a ser excessivo e é o mês de maior afluxo de turistas vindos de todos os pontos do hemisfério norte, por ser época de férias.

Em abril e outubro, faz frio, mas não a ponto de estragar sua viagem. Em março e novembro, o frio é um pouco maior. A maior vantagem de viajar nesses meses é que eles costumam coincidir com estações baixas ou intermediárias, quando a passagem é mais barata.

Os meses a evitar, a não ser que você realmente adore o frio, queira fazer esportes de inverno ou tenha como meta passar o Natal ou o Réveillon na França, são dezembro, janeiro e fevereiro, ou seja, o inverno. Outra forte razão para evitar viajar no inverno europeu, além das baixas temperaturas, é que o dia é curto: amanhece tarde, escurece cedo, muitas atrações abrem em horários restritos e outras nem abrem. Você pode perder o melhor da festa!

Com relação a chuvas, o país tem um regime bastante regular durante o ano todo. Nas costas do Atlântico e do Mediterrâneo, o inverno costuma ser a estação mais úmida do ano.

Durante o inverno, há neve em diversas regiões da França, principalmente nas montanhas dos Alpes e dos Pirineus, procuradas para a prática de esportes de inverno.. História –

Os francos foram uma tribo germânica, provavelmente originária da Panônia, uma região do território onde hoje se situa a Hungria, e que mais tarde se mudaram para o oeste, para ocupar a região da Frísia, onde atualmente estão os Países Baixos. Em meados do século IV da nossa era, na época da decadência do Império Romano, o imperador Juliano, para pacificar estas tribos, lhes cedeu a Gália, e os francos se incorporaram ao império como um aliado federado.

Na época do seu apogeu, o reino dos francos abarcou a maior parte do atual território da França e parte do que hoje é a Alemanha (Francônia). Este povo germânico uniu-se aos povoadores celtas do lugar, os gauleses, e ambos os grupos indo-europeus constituíram a origem do que séculos mais tarde seria a nação francesa.

No entanto, os francos deixaram uma marca mais forte que a dos gauleses, pelo menos no nome do país: etimologicamente, França significa ´terra dos francos.

As fronteiras da França moderna são muito semelhantes às fronteiras da antiga Gália, território habitado pelos gauleses, de origem celta. A Gália foi conquistada pelos Romanos no século I a.C., e os gauleses acabaram por adotar a cultura e a língua latinas.

O Cristianismo instalou-se durante os séculos II e III. As fronteiras do leste da Gália ao longo do rio Reno foram atravessadas por tribos germânicas - principalmente os Francos, dos quais o antigo nome 'Francie' vem - durante o século IV.

Apesar de a monarquia francesa ser muitas vezes datada do século V, a existência contínua da França como uma entidade separada começa com a divisão do império franco de Carlos Magno em uma parte leste e uma parte oeste. A parte do leste pode ser considerada como o começo do que é a atual Alemanha, a parte oeste como a França.

Os sucessores de Carlos Magno dirigiram a França até 987, quando Hugo Capeto, Duque de França e conde de Paris, foi coroado Rei da França. Seus sucessores, a dinastia dos Capetos, dirigiram a França até 1789, quando a Revolução Francesa instalou uma República, em uma época de mudanças radicais que começou em 1789.

Após diversas mudanças, a França chegou ao século XX como um país em transição política constante, passando, diversas vezes, por diferentes regimes políticos, piorando sua imagem no mundo (sendo que não possuía tantas colônias como a Inglaterra, que tinha um vasto império que agregava 1/4 do mundo). Com eclosão da II Guerra Mundial (1939-1945), em 1940 a Alemanha declarou guerra à França e invadiu o país. Após apenas 43 dias de combates, os franceses se renderam e precisaram da ajuda dos aliados (em destaque, o Reino Unido e os EUA) para sua libertação (iniciada no Dia D, 6 de Junho de 1944).

Apesar disso, no final da guerra, a França obteve o estatuto de membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas, conseguiu entrar no restrito clube de potências nucleares e foi, juntamente com a Alemanha, o principal incentivador da criação da Comunidade Européia.

A França atual, país de língua latina, ocupa a maior parte das antigas tribos gaulesas célticas, conquistada por Júlio César, mas que leva seu nome dos francos uma tribo germânica, cujo nome significa 'homens livres', que foi formada tardiamente e instalada em uma parte do terreno do Império Romano.


 
     
Através da lista de casamento Raidho, os convidados presenteiam o casal com cotas, de diferentes valores, que se transformam na viagem dos sonhos!
REDES SOCIAIS
NEWSLETTER
Receba nossas promoções e novidades em seu E-mail.
Aceito os termos de uso e política de privacidade
Login: Senha: Esqueceu a Senha?
ÁREA RESTRITA CÂMBIO ON-LINE
Euro (EURO): R$ 3,950
Dólar (US$): R$ 3,350
20/10/2017 às 14h 42 min
DESENVOLVIDO POR
VMB Consultores & Informática