(11) 3383-1200
atendimento@raidho.com.br
Diferentes visões, diferentes culturas Nós sabemos onde fica o exótico de cada parte do mundo

     
Dicas
   
 
 

DICAS GERAIS – PORTUGAL


Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país localizado no Sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. Possui uma área total de 92 090 km², e é a nação mais ocidental do continente europeu. O território português é delimitado a Norte e a Leste por Espanha e a Sul e Oeste pelo Oceano Atlântico, e compreende a parte continental e as regiões autônomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira.

O Algarve, no sul de Portugal, é por excelência o ponto turístico de muitos europeus. O clima e a temperatura da água são os principais fatores que contribuem para o grande crescimento do turismo nesta região. A maior densidade populacional e de turismo da região concentra-se na costa, mas os antepassados que preenchem uma rica história, assim como belas paisagens no seu interior, também atrai bastante turismo, em locais como na cidade de Silves, São Bartolomeu de Messines, Alcoutim, Monchique, entre outros.

Por seu lado, Lisboa, a capital portuguesa, atrai também muitos turistas quer pela sua História, quer pelos seus monumentos (de destacar o Aqueduto das Águas Livres, a Sé Catedral, a Baixa Pombalina, a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerônimos), quer pela sua contemporaneidade. Foi Capital Européia da Cultura em 1994, acolheu a Exposição Mundial de 1998, e vários jogos do Euro 2004. Pontos fortemente turísticos são o Parque das Nações, O castelo de S.Jorge, O Mosteiro dos Jerônimos, a Torre de Belém, o Padrão dos Descobrimentos, os museus de Arte Antiga, dos Coches, e do Azulejo, a fundação Calouste Gulbenkian, o Centro Cultural de Belém e o Teatro Nacional de São Carlos. De destacar também o Oceanário de Lisboa, a diversão noturna e toda a área envolvente ao recinto do Parque das Nações, e a zona das Docas em Santos e Alcântara.

O Porto é uma cidade que tem vindo a conquistar um lugar de relevo no panorama cultural do País e da Europa, principalmente devido ao surgimento de cruzeiros no Rio Douro, e à popularização das visitas às caves de fermentação do Vinho do Porto. Foi Capital Européia da Cultura em 2001. A Fundação de Serralves e a Casa da Música são dois pontos de visita obrigatória, assim como a Torre dos Clérigos (tornada ex-libris da cidade) e a Sé. De destacar ainda o Teatro Nacional S. João, os Jardins do Palácio de Cristal, a Ponte D. Luís e toda a zona do centro histórico.

A ilha da Madeira é também um importante pólo de interesse turístico internacional durante todo o ano, tanto pelo seu clima ameno e paisagens exuberantes como pela sua excepcional gastronomia.

 
 
 
 


Na lista do Patrimônio Mundial encontram-se os centros históricos do Porto, Angra do Heroísmo, Guimarães, Évora e Sintra, bem como monumentos em Lisboa, Alcobaça, Batalha, Tomar, as gravuras paleolíticas ao longo do Rio Côa, a floresta Laurissilva da Ilha da Madeira, e as paisagens vitivinícolas da Ilha do Pico e do Rio Douro. Desde 21 de Maio de 2009 que as Fortificações de Elvas se encontram candidatas a Patrimônio Mundial, sendo então o maior conjunto de Fortificações abaluartadas do Mundo.

Portugal é também um País onde se pratica, além de muitos outros desportos, o Surf. Entre as melhores praias para o desenvolvimento dessa prática desportiva estão Peniche, Ericeira, Cabedelo (Viana do Castelo), Aguçadoura (Póvoa de Varzim) e Canal das Barcas/ Malhão (Vila Nova de Milfontes). A ilha da Madeira e o Algarve também são locais de eleição por turistas estrangeiros e nacionais para a prática de golf.

Em termos de turismo religioso, o ponto turístico mais atrativo quer em termos nacionais, quer internacionais, é o Santuário de Fátima, que se tornou sobejamente conhecido por se tratar de um local de aparições marianas.
Capital – Lisboa

Moeda – Euro.

Idioma Oficial – Português.

Fuso Horário – Meridiano de Greenwich 0 hora

Vistos consulares – Brasileiros estão isentos de visto à turismo/negócios para permanência de até 90 dias. Documentos –

Aconselha-se que, para entrar em Portugal o viajante esteja com o passaporte original válido, bilhete aéreo com ida e volta confirmados, fundos suficientes para a estadia (dinheiro, travel check, cartão de crédito), voucher do hotel e serviços adquiridos durante a estadia em Portugal e comprovante de aquisição de seguro de viagem internacional (com cobertura de EUR 30.000,00 englobando assistência médica/hospitalar e repatriação sanitária). A ausência destes requisitos poderá acarretar problemas no ato da entrada em Portugal. Clima / Melhor Época – Portugal é um país de grande diversidade regional, com altas montanhas e florestas verdejantes a norte e centro, contrastando com as planícies áridas do sul. Em geral, o clima tende a ser temperado durante todo o ano, com verões longos e quentes, primaveras e outonos amenos e invernos relativamente suaves, embora as temperaturas e condições climáticas sejam marcadas por fortes diferenças locais.

Nas latitudes mais a sul, Portugal tem um clima mediterrânico. Os meses de Verão trazem excelentes dias de praia e muitas horas de sol, com temperaturas médias de 28 ºC em Lisboa, mas subindo por vezes bem acima dos 30 ºC. As temperaturas mais elevadas são registradas nas regiões do interior, nomeadamente no Alentejo, no Centro e no Nordeste do país, onde o arrefecimento provocado pelos ventos que sopram do mar não se faz sentir como no Algarve ou na costa ocidental. As temperaturas do mar são consideravelmente mais elevadas no Algarve do que na costa ocidental.

Em Portugal, o Inverno é ameno quando comparado com o do Norte da Europa. As temperaturas médias atingem os 10 ºC no Porto e os 12 ºC em Lisboa, raramente descendo a valores negativos nas zonas costeiras. No Algarve, o Inverno é especialmente moderado, com temperaturas médias de cerca de 15 ºC e precipitação consideravelmente mais escassa do que no Norte. Em Portugal, a maior parte da precipitação registra-se entre Novembro e Março, sempre de forma mais intensa no verdejante e montanhoso Norte do país. A neve é rara, com exceção das zonas montanhosas do Nordeste e da Serra da Estrela, a mais elevada do país, onde está localizada a única estância de esqui.

A Primavera e o Outono trazem temperaturas amenas, perfeitas para visitar as cidades ou passear pelo interior, apreciando os campos floridos entre Abril e Maio ou as vindimas em Setembro. As chuvas intermitentes que podem ocorrer nesses meses são geralmente de curta duração.

História –

O território correspondente ao atual Portugal foi continuamente ocupado desde a Pré-História. Em 29 a.C. era habitado por vários povos, como os Lusitanos, quando foi integrado no Império Romano como a província da Lusitânia e parte da Galícia, influenciando fortemente a cultura, nomeadamente a língua portuguesa, majoritariamente derivada do Latim. Após a queda do Império Romano, estabeleceram-se aí povos germânicos como os Visigodos e os Suevos, e no século VIII seria ocupado por árabes.

Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense, primeiro como parte do Reino da Galiza e depois integrado no Reino de Leão. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143, e a estabilização das fronteiras em 1249, Portugal reclama o título de mais antigo estado-nação europeu.

Durante os séculos XV e XVI, os portugueses foram pioneiros na exploração marítima, estabelecendo o primeiro império colonial de amplitude global, com possessões em África, na Ásia e na América do Sul, tornando-se uma potência mundial econômica, política e militar. Em 1580, após uma crise de sucessão, foi unido a Espanha na chamada União Ibérica que duraria até 1640. Após a Guerra da Restauração foi restabelecida a independência sob a nova dinastia de Bragança, com a separação das duas coroas e impérios. O terremoto de 1755 em Lisboa, as invasões espanholas e francesas, a perda da sua maior possessão territorial ultramarina, o Brasil, seguidos da guerra civil, resultaram no desmembramento da estabilidade política e econômica, reduzindo o estatuto de Portugal como potência global no século XIX.

Após a queda da monarquia, em 1910 foi a proclamada a República, iniciando o atual sistema de governo. A instável Primeira República foi sucedida por uma ditadura militar. Mais tarde, António de Oliveira Salazar é convidado para reduzir o déficit financeiro e acaba por se tonar Chefe de Governo. Com a aprovação e entrada em vigor da Constituição de 1933 inicia-se o Estado Novo. Na segunda metade do século XX, na seqüência da Guerra Colonial Portuguesa e do golpe de Estado da Revolução dos Cravos em 1974, a ditadura foi deposta e estabelecida a democracia parlamentar, com todos os territórios ultramarinos a obter a sua independência, nomeadamente Angola e Moçambique em África; o último território ultramarino, Macau, seria entregue à China em 1999.

Portugal é hoje um país desenvolvido, e com Índice de Desenvolvimento Humano muito elevado. Encontra-se entre os 20 países do mundo com melhor qualidade de vida, apesar de o seu PIB per capita ser o menor entre os países da Europa Ocidental. Portugal é o 13º país mais pacífico do mundo. É membro das Nações Unidas e da União Européia (na altura da sua adesão em 1986, CEE), e membro-fundador da NATO, da OCDE, da Zona Euro (da União Européia) e da CPLP. Participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas. Portugal é também um estado-membro do Espaço Schengen


 
     
Através da lista de casamento Raidho, os convidados presenteiam o casal com cotas, de diferentes valores, que se transformam na viagem dos sonhos!
REDES SOCIAIS
NEWSLETTER
Receba nossas promoções e novidades em seu E-mail.
Aceito os termos de uso e política de privacidade
Login: Senha: Esqueceu a Senha?
ÁREA RESTRITA CÂMBIO ON-LINE
Euro (EURO): R$ 3,950
Dólar (US$): R$ 3,350
20/10/2017 às 14h 42 min
DESENVOLVIDO POR
VMB Consultores & Informática