(11) 3383-1200
atendimento@raidho.com.br
Diferentes visões, diferentes culturas Nós sabemos onde fica o exótico de cada parte do mundo

     
NOTÍCIAS
 
 
 
 
 
Um domingo em Viena, de Klimt ao Danúbio

Brasilturis

 Publicado em 19/08/2012 às 19h13

O nome do palácio Belvedere significa em italiano Bela Vista

VIENA - Um belo domingo de sol, e de muito calor, onde a ideia foi vivenciar o que Viena oferece. A começar, depois de caminhar pelas belas ruas e praças da cidade, e usar de um transporte público super eficiente uma visista a uma das exposições especiais dos 150 anos de Gustav Klimt.


O museu por si só já é uma obra de arte, o Palácio de Belvedere, construído pelo Príncipe Eugénio de Saboia no 3º distrito de Viena, a cidade possui 23 no total. O complexo é dividido em duas partes: Belvedere Inferior, inaugurado em 1716 e Belvedere Superior, construido de 1720 a 1723.


Antes de se chegar a exposição em si, uma aula de história, já que se passa por um lindo salão de mármore, onde foi assinado o Tratado do Estado da Áustria, que formou a Áustria moderna, em 15 de maio de 1955.


O nome do complexo foi dado por Maria Teresa da Áustria, que em italiano significa Bela Vista. O nome faz jus, a vista chega ser absurda de tão linda. O palácio passou a ser um museu desde a Primeira Guerra Mundial. Durante a Segunda Grande Guerra, o edifício sofreu danos mas foi reconstruído.


A exposição "Jubileu - 150 anos Gustav Klimt" conta com 30 pinturas do artista, além de obras de outros pintores, como forma de comparação e análise dos trabalhos de Klimt. Passando por salas que representam as fases do pintor, podemos perceber que ele não se prendia a um modo específico de pintar, pelo contrário, estava sempre mudando, se aprimorando e criando belas pinturas, como a principal delas e mais conhecida: O beijo.


O que também chama atenção, ao final da exposição, são os quadros inacabados do artista, como o "Adão e Eva" e "O retrato de Johanna Staude". Klimt morreu em 6 de fevereiro de 1918 de apoplexia, uns meses antes do colapso do Império Austro-Húngaro.



Verão em Viena


A tarde foi marcada por um passeio de barco pelo Velho Danúbio. Definitivamente um passeio que agradou a todos, devido ao calor de mais de 30º na capital austríaca. E pode-se dizer que foi o programa do domingo dos vienenses e turistas, já que o Rio estava bem cheio de barcos, barquinhos e o que mais fosse. Alguns arriscaram um mergulho, outros apenas molharam os pézinhos, enquanto outros apenas aproveitar o clima e a companhia fugindo do sol.


A questão é que foi um passeio que deixou um gostinho de quero mais em todos. Muito agradável, é uma programação comum dos locais e turistas durante o verão.


Para encerrar o dia um passeio de trem pela cidade, com o Vienna Ring Tram que passa pela principal via da capital austríaca, a Ring, seguido de mais um passeio, dessa com o Heurigenexpress, um trenzinho que levou o grupo de operadores brasileiros que participa de famtour conjunto do VisitBerlin e Turimos da Aústria para conhecer, degustar e jantar em uma típica taverna de vinhos. Com belos vinhedos, a Mayer am Pfarrplatz foi residência, em 1817, de Beethoven, que ainda trabalhava na 9ª Sinfonia.



Carolina Maia


Brasilturis Jornal viaja a convite do VisitBerlin e Turismo de Viena, voando Lufthansa, e conta com proteção do seguro viagem Coris/MIC Brasil, empesa do Grupo April International



 
  Voltar
     
Através da lista de casamento Raidho, os convidados presenteiam o casal com cotas, de diferentes valores, que se transformam na viagem dos sonhos!
REDES SOCIAIS
NEWSLETTER
Receba nossas promoções e novidades em seu E-mail.
Aceito os termos de uso e política de privacidade
Login: Senha: Esqueceu a Senha?
ÁREA RESTRITA CÂMBIO ON-LINE
Euro (EURO): R$ 4,070
Dólar (US$): R$ 3,440
17/11/2017 às 14h 50 min
DESENVOLVIDO POR
VMB Consultores & Informática